17 de jul de 2011

The fool on the hill





Compartilho aqui alguns pensamentos sobre os assuntos que fazem parte do meu cotidiano, e sobre os quais gosto de refletir do alto da minha colina no Twitter. Se quiser, pode ouvir a música enquanto lê.


Arte

Não entendo muito de arte, mas acho difícil acreditar que uma criação é autêntica quando não existe o estranhamento, a imprevisibilidade.

A arte imita a vida, mas a vida que não tem compromisso com beleza e mensagem sempre é mais criativa que a arte.

A arte é sincera (e sublime) ou mentirosa (e ridícula). Simples assim!


Atitude

A vestimenta é muito importante. O papa põe terno e gravata: a Igreja acaba em 100 anos.

O homem romântico faz um poema para a amada. O homem prático pega o poema do outro e o oferece para a mulher que ama, no maior descaramento.

Você é um democrata de verdade quando defende a liberdade do outro. Defender a própria liberdade, qualquer idiota faz isso.

Existem dois tipos de brasileiros: os que acham bom demais ter nascido no Brasil e os que se acham bons demais pra ter nascido no Brasil.


Bebida

Beber é uma forma de ver os problemas por outro prisma: o dos bêbados.

Se Sandy vende cerveja, não sei. Mas estão marcando bobeira em não ir atrás da Ruby do Berlusconi. Essa sim, vende até pente pra careca.

Cerveja é um negócio que nos ajuda a suportar a programação da TV. TV é um negócio que nos convence a comprar mais cerveja.


Cinema

Já viu filme em 3Z? É aquele que começa e ZZZ...

É verdade, gente! Em Portugal, o filme "Homens brancos não sabem enterrar" (sobre basquete) foi batizado de "Branco não sabe meter".

Durante um bom tempo, no Brasil, fazer cinema não passou de um pretexto pra pegar mulher.


Coisas que não gosto

Dizer que o futebol é o ópio do povo é uma tremenda injustiça para com o ópio, que serve para tantas coisas.

Com tantos debates esportivos e discussões de barzinho, o futebol é, de longe, o esporte mais oral do mundo.

Torcedor é uma espécie muito especial de atleta, que pratica o futebol com os olhos e com a garganta.

Comentaristas de futebol pensam o jogo quase tão bem quanto os próprios jogadores pensariam se tivessem duas horas pra refletir sobre cada jogada.


Dicas para escrever bem

Frases curtas desenrolam o texto, economizam emendas ("ques", "ondes", "cujos", etc.) e comunicam melhor. Ponto final: adote essa ideia.

Técnica para melhorar texto ruim. Imprima em corpo 14, espaço 1,5, só na frente. Junte tudo, amasse, jogue fora. Comece um arquivo novo.

O pior castigo para um redator vagabundo é ler o próprio texto.

Quem vende jornal é o telemarketing, o dono da banca. Faça sua matéria o melhor possível, mas deixe essa preocupação para eles.

Fazer textos saborosos com assuntos saborosos, e textos áridos com assuntos áridos. Que mérito há nisso?

Nenhum texto é bom antes de ter sido revisado cinco vezes.


Internet

Se fazer sexo fosse tão complicado quanto navegar em certos sites, o mundo não teria quase 7 bilhões de habitantes.

Ainda ouviremos falar sobre alguém que entrou no Facebook bêbado e acordou casado com um(a) desconhecido(a), numa cama de hotel.

Se o elevador é lento, ninguém questiona. Se o carro para, ninguém duvida. Mas quando o assunto é site, sempre tem uma desculpa para não funcionar direito.


Jornalismo

Certeza é aquilo que temos antes de conhecer um assunto.

A imprensa primeiro ensina ao público que qualquer futilidade é jornalismo, depois se surpreende ao ser trocada por entretenimento.

O jornalista deve saber que certas personalidades são como plutônio enriquecido ou cocô de gato. É melhor não mexer com elas.

Como se chamava o jornalista no tempo de Cristo? Escriba? Apóstolo? Talvez sejamos ainda um pouco dos dois.

Informar é uma atividade humana muito anterior ao Jornalismo. O conflito entre Jornalismo e redes sociais é crise corporativa do primeiro.

Um órgão de informação se torna decadente quando deixa de dizer o que as pessoas precisam ouvir, e passa a dizer o que elas querem ouvir.

Existe uma forma relapsa de procurar que, na verdade, não passa de uma forma de esconder. Em jornalismo, isso é desastroso.

A verdade não é propriamente uma coxinha da Real, mas devemos engoli-la todos os dias. E não é um osso do ofício. É o próprio ofício.

Gutemberg inventou a imprensa às 15h05. Às 15h35, chegava à sua porta o primeiro jabá.


Literatura

O bom escritor a gente conhece também pelo que não escreve.

A atitude ideal de um escritor é a de quem está sozinho em casa, coça a barriga com o garfo, ri em voz alta dos próprios pensamentos.

É uma guerra sutil a que se trava no campo das palavras, com traições, emboscadas, covardias, mortos e feridos: como na guerra real.

Às vezes é preciso dar um salto tríplice mortal, mesmo com o risco de quebrar a cara. No texto, bem entendido: não sou ginasta.

Andar na corda bamba com os pés não é nada. Quero ver fazer isso com palavras, como eu.


Música

No dia em que inventarem coisa pior que karaokê, a Al-Qaeda vai roubar e usar pra fazer chantagem com o Ocidente.

Remix, para muitos DJs, nada mais é do que trucidar várias músicas bonitas para fazer uma só, entediante e feia.

Saudade dos compactos simples e duplos. A capa impressa. O cheiro do vinil e da tinta. A música era objeto: podia-se pegar, olhar, cheirar.

Dançar tango é a maneira mais sofisticada de fazer sexo que o ser humano foi capaz de inventar.

Perfeito é o silêncio. Música é a beleza possível na imperfeição.


Televisão

TV a cabo é assim: para ver algumas porcarias, compre um pacote econômico. Se quiser mais opções de porcarias, compre um pacote maior.

Logo inventarão um computador que pensa pelo usuário, programa conteúdos, dispensa análises e opções. Vem aí o PC do futuro: a televisão.

Alô você, locutor de comercial de TV em Sorocaba. Você não gritou o bastante. Tem de gritar bem alto pra me convencer a comprar!

A Rede Globo consegue ser babaca, antiquada e sem sabor até quando fala de amor e sexo. É uma tiazona tentando ser moderninha.

"Primeiro você escolhe o cara, depois você se apaixona", diz a mais velha à jovenzinha. Novela da Globo dando aula de putaria.

É possível avaliar uma produção de TV em segundos, pela iluminação. Quem não se preocupa com a luz, que é o básico, não faz nada direito.

Enquanto isso, no boteco: "Pensa que aqui é a Globonews pra ficar aí sentado e falar qualquer bobagem que vem à cabeça?"


Twitter

Nome: Twitter. Função: impedir que milhões de frases idiotas se percam para todo o sempre.

Se Che Guevara fosse tuiteiro, teria muitos milhões de seguidores. Mas pra morrer com ele, na selva, a mesma dúzia de gatos pingados.

O Twitter é uma bandeja de pedregulhos. A gente os remove procurando uma pérola, até que percebe como pode ser belo um pedregulho.

Ter um milhão de seguidores só quer dizer uma coisa: que 73 milhões não quiseram segui-lo.

Estranho esse esforço para ter seguidores. Para que alguém quer seguidores, se não for pra vender algo ou começar uma revolução?

Kaká ultrapassa Huck e é brasileiro número um do Twitter. Já em babaquice, os dois continuam empatados.

Perdeu-se follower. Na última vez que foi visto, vestia calça jeans e camiseta. Quem encontrar, favor devolvê-lo neste perfil.

Consertar o mundo no Twitter é fácil. Quero ver consertar o vaso sanitário.

Nem tudo o que escrevem no Twitter é indireta pra gente. Certo, cabeçudo?


Vida


No computador do Céu não existe Ctrl+C. Por isso, cada ser humano é único!

Tudo bem que alguém faça sempre as escolhas mais sofridas, desde que sofra sozinho e não arraste quem está por perto para o seu sofrimento!

O mais bonito nos casais que se amam é que eles, teoricamente, não precisariam ser nada um pro outro, mas são tudo.

A vida deve ter um sentido, sempre. E quando não o encontramos, devemos entender que o sentido da vida é encontrar um sentido para a vida.





* * * * *