25 de nov de 2010

Decálogo do Jornalista Tuiteiro

Por José Carlos Fineis

1 – Não emitir opiniões pessoais sobre os assuntos de suas pautas.
2 – Não revelar preferência por partido ou candidato.
3 – Não fazer propaganda de produtos e estabelecimentos comerciais ou de serviços.
4 – Quando tuitar texto ou foto de alguém, sempre dar o crédito.
5 – Não tuitar algo que o veículo em que trabalha ainda não tenha tuitado.
6 – Não tuitar ou retuitar piadas ou comentários preconceituosos.
7 – Respeitar a opinião alheia e jamais xingar alguém por ter opinião diferente da sua.
8 – Não reclamar da pauta, do chefe ou do empregador, ainda que por indiretas.
9 – Jamais revelar suas pautas no Twitter, nem que seja para achar fontes.
10 – Nunca tuitar quando está bêbado ou na hora da raiva (seja lá o que for, deixe passar).

Sigo estas regras quase intuitivamente, mas, de tanto observar o comportamento alheio no Twitter, resolvi escrevê-las. Pode ser que sirvam para mais alguém. Para mim, este decálogo é o básico do básico para preservar a credibilidade como jornalista e observar um comportamento ético em relação ao veículo em que se trabalha e ao leitor. Mas é claro que ninguém precisa segui-lo, se achar que não deve.